Use o início do mês para reorganizar suas finanças

ANÚNCIO

O início do mês chega, e com ele alguns pagamentos e despesas às vezes manter as finanças em dia não é fácil. Muitas pessoas mal recebem o salário no quinto dia útil, e não conseguem quitar nem metade das dívidas, o que acaba se transformando em uma bola de neve composta por dívidas acumuladas. 

O início do mês chega e com ele diversos compromissos, tais como o pagamento dos famigerados boletos. No entanto, existem muitas pessoas que mal receberam seus salários e já estão cheias de dívidas atrasadas para pagar. Isso porque, em alguns casos, esses compromissos são postergados, formando uma bola de neve no mês seguinte. 

ANÚNCIO
finanças
foto(reprodução/internet)

Por este motivo, orientamos  aos clientes que utilizem o início do mês para reorganizar as finanças. Com planejamento e organização, é possível que você inicie o mês e não se preocupe ou se desespere com a falta de grana para quitar suas dívidas atrasadas. Fique atento, que nós lhe mostraremos alguns passos a serem seguidos para que isso se torne possível. Confira!

Como utilizar o início do mês para reorganizar as finanças

Salário na mão

Geralmente, os trabalhadores, recebem o salário logo no início do mês. O que já é uma grande oportunidade para você reorganizar sua situação financeira. Então, distribua o valor recebido entre as despesas por ordem de importância, priorize as que estão atrasadas, sem esquecer das outras, claro. Algumas pessoas não têm salário fixo, por isso, é importante que você faça os cálculos corretamente e não deixe as dívidas para depois. 

Contas do mês no papel

Anotar as despesas do dia a dia e as datas de vencimento,  são tarefas importantes para que você possa se organizar no início do mês. Aluguel, condomínio, financiamentos, cartão de crédito, faturas de energia, água e gás, compras do mês, internet e todas as outras. Assim, você consegue visualizar um cenário completo com todos os gastos dentro de 30 dias. Com isso, você se planeja para os próximos meses, visto que terá uma base dos gastos fixos. 

ANÚNCIO

Estabeleça uma meta

Após somar todos os custos e gastos, você pode e deve estabelecer uma meta de curto prazo, seja de 30, 60 ou 90 dias para cumprir. Claro, que tudo isso, depende muito da situação financeira que você se encontra. Se no momento, você estiver em uma fase difícil, procure metas que você conseguirá alcançar, sem ter de se render ao cheque especial ou ter o seu nome negativado. 

Agora, se você está mais tranquilo, coloque uma meta de investimento. “Esse mês vou poupar mil reais”. Não precisa ser um valor tão alto, mas tome como exemplo. 

Segundo alguns investidores, o ideal é que você viva com 40% do seu salário e os outros 60% você invista, mas isso nem sempre é possível, depende da realidade de cada um, no entanto, busque viver com o mínimo possível. Abandone gastos desnecessários e tente economizar.

Renegocie datas de pagamento

Se o seu boleto atrasou, tente entrar em contato com a instituição financeira e procure formas de negociação. Quando você anota as datas de vencimento dos boletos, cartões e afins, é mais fácil ter o controle das datas. Com isso, é possível verificar a viabilidade de renegociar alguma das datas de vencimentos. É uma ótima opção para as pessoas que recebem o salário parcelado, ou que não possuem salário fixo.

ANÚNCIO