Planeje o futuro dos seus filhos – Saiba como

ANÚNCIO

O número de famílias que foram constituídas nos últimos anos, cresceu. Com isso, o número de crianças também tende a aumentar por isso, alguns pais têm buscado formas de se planejarem para o futuro dos seus filhos. Contudo, a grande maioria não sabem por onde começar. 

Primeiramente, um planejamento financeiro torna-se essencial para que, futuramente, alguns objetivos sejam cumpridos, tais como, ingressar em uma boa faculdade, fazer um intercâmbio, comprar um carro ou começar a empreender, e isso é uma preocupação que muitos pais têm, investir o máximo que puderem na formação de seus filhos. Confira algumas dicas que podem ajudar nesse processo! 

ANÚNCIO

planejar futuro dos filhos

Com o passar do tempo, as crianças estão criando hábitos consumistas. O mercado, trabalha forma apelativa, levando os mais novos a quererem mais e mais brinquedos desde cedo, gerando impactos negativos no desenvolvimento físico, cognitivo e emocional.

De acordo com a XP Seguros e Previdência é seguro utilizar os benefícios fiscais de investimentos em previdência para planejar não só o futuro financeiro dos filhos, como, também,  a aposentadoria e outras áreas. 

ANÚNCIO

A XP realizou uma simulação para auxiliar os pais a planejarem o futuro financeiro de seus filhos. Supondo que uma criança de cinco anos necessite de R$ 175 mil e só comece a sacar o dinheiro aos 18 anos para pagar uma parte da faculdade. Para chegar a esse valor, a família teria que começar a investir cerca de R$ 77 mil ou fazer aportes mensais de R$ 726 ao longo dos próximos 13 anos. 

Para alcançar esse valor seria necessário que os recursos fossem aplicados em um plano do tipo PGBL em nome da criança com regime de tributação progressivo, ou seja, com alíquota de IR crescente de acordo com o montante resgatado. Foi proposto um retorno nominal de 6,5% ao ano e uma inflação anual de 3,42% ao longo de todo o período. 

Essas contribuições dos pais, podem ser deduzidas do IR (Imposto Renda), pelo fato de ser no nome de uma criança menor de idade e que ainda é uma dependente. Aos 18 anos, a filha teria acesso ao investimento e poderia converter o total acumulado em renda. No resgate dos recursos, é descontado o Imposto de Renda, no total 15% na fonte. Sendo compensado na Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda. 

De acordo com a tabela do IR, é previsto que rendas até R$ 1.903,98 sejam isentas de Imposto de Renda. As regras podem mudar com o tempo, mas por enquanto, se o jovem programar os saques para ficar na faixa de isenção, não haverá cobranças do imposto.

Uma vantagem classificada por Roberto Teixeira, da XP Seguros e Previdência, é que para os menores de idade há possibilidade de adequar o portfólio aos diferentes estágios.

Qual o melhor fundo a se escolher ? PGBL ou VGBL

Para uma escolha entre os planos PGBL ou VGBL é importante que você busque uma assessoria de planejamento previdenciário. Ele te informará o seu perfil de “suitabiity”, o grau de aceitação de risco, e em qual previdência os pais podem começar a investir

No plano PGBL, o aportes do IR podem ser abatidos anualmente, limitados a 12% da renda bruta. No VGBL não é possível realizar esses procedimentos de renúncia fiscal. Contudo, o valor principal do PGBL é tributado junto ao rendimento. No VGBL, o imposto de renda só é cobrado dos rendimentos.

ANÚNCIO