Apple estende garantia de iPhone até um ano depois da compra

ANÚNCIO

Recentemente, a gigante da tecnologia, Apple, decidiu estender o tempo de garantia para quem compra seus produtos. 

O novo projeto intitula-se de “AppleCare+”, que pode ser acionado até um ano após a compra de iPhones, iPads, iPods, Apple Watch, Airpods, Macbooks e Macs.

ANÚNCIO

O AppleCare+ é um serviço de garantia estendida e suporte, que adiciona dois anos à garantia de fábrica e cobre acidentes que ocorrem ao aparelho. Antigamente, o serviço só era disponível aos consumidores que acabavam de comprar seus aparelhos.

Apple estende garantia de iPhone até um ano depois da compra
Fonte: (Reprodução/Internet)

Garantia estendida do AppleCare+

A partir de agora, a Apple não está estendendo o tempo de garantia na hora das compra. A opção de adquirir o serviço não será apenas válida aos clientes que comprarem o aparelho novo a partir desse momento, também valerá para quem comprou o dispositivo no último ano.

Entretanto, a Apple decidiu implementar uma pequena avaliação para minimizar os abusos. Os aparelhos devem passar por uma avaliação antes da garantia ser estendida. A avaliação acontece com o dispositivo do usuário que queira adquirir o serviço, caso esteja muito danificado, a AppleCare+ não poderá cobrir os danos causados. 

ANÚNCIO

A ideia da avaliação é evitar que os usuários reparem os celulares gratuitamente ou com uma grande porcentagem de desconto em cima dos danos causados. Portanto, antes do usuário contratar o serviço é importante certificar-se se o iPhone está em condições para entrar na lista da AppleCare+.

Testes já são realizados no Estados Unidos

Apesar da notícia ser anunciada recentemente, Tim Cook, CEO da Apple, já pensava em expandir os serviços da AppleCare. A empresa também estava fazendo alguns experimentos em algumas lojas espalhada nos Estados Unidos. 

Diante disso, algumas lojas específicas da Apple começaram a permitir que seus usuários contratassem a AppleCare depois de um ano de uso do aparelho. Porém, das 271 unidades dos EUA, somente 50 tiveram permissão para realizar dessa forma.

ANÚNCIO