Casa Branca detalha tratamento de Donald Trump contra Covid-19

ANÚNCIO

Recentemente, após ser internado para o tratamento da Covid-19, Donald Trump divulgou em suas redes sociais um vídeo onde afirma estar progredindo em sua recuperação. Pouco tempo depois, a Casa Branca emitiu uma nota onde detalha o tratamento que está sendo realizado com o presidente.

O que chamou a atenção das pessoas foi o fato de que, mesmo sendo defensor da Cloroquina, desde os primeiros meses da pandemia, no tratamento de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus, o mesmo não está utilizando o medicamento para se recuperar.

ANÚNCIO

A secretária de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnanny publicou um boletim assinado pelo médico direto de Trump, o comandante da Marinha dos EUA Sean Conley, onde detalhou o tratamento que o presidente dos EUA está recebendo, ainda sem ter previsão de alta.

Casa Branca detalha tratamento de Donald Trump contra Covid-19
Fonte: (Reprodução/Internet)

Composto criado auxilia no tratamento do presidente

A declaração compartilhada pela secretária enfatizou o uso da mistura de anticorpos policlonais da Regeneron, que é produzida em ovos de animais e semelhante à fabricada pelo sistema imunológico de uma pessoa que se curou da Covid-19. Além de anticorpos, Trump também recebeu zinco, vitamina D, Famotidina, melatonina e Aspirina.

O tratamento foi testado recentemente e a empresa anunciou um resultado positivo em um ensaio clínico do medicamento à base de anticorpos REGN-COV2, que acabaram por demonstrar uma redução da carga viral e do tempo de sintomas ambulatoriais dos pacientes contaminados.

ANÚNCIO

Equipe médica dispensa uso da Cloroquina

Como mencionado, a parte mais notada pelo público geral do anúncio é a ausência da Hidroxicloroquina na lista de medicamentos, o que demonstra que a equipe médica de Trump pode não acreditar fielmente na eficácia do medicamento contra a Covid-19, pelo menos não no caso que o paciente se encontra. 

Nos Estados Unidos, o FDA, que equivale à Anvisa, revogou a autorização emergencial do medicamento para o tratamento da Covid-19, alegando que inúmeros estudos mostram que ele é ineficaz no combate ao coronavírus. Mesmo assim, o país ainda enviou comprimidos ao Brasil a pedido do governo brasileiro.

Finalização do tratamento de Trump

Trump foi transferido para o Walter Reid Medical Center, um hospital ligado ao exército americano. O último anúncio indicava que ele estava bem, mas se sentia cansado e febril. A ação de deslocá-lo foi descrita como uma medida preventiva e de muito cuidado.

Além de Trump, também foi informado que a primeira-dama está em melhores condições. O relatório disse que a mesma tinha apenas dores de cabeça e febre, e que não foi levada ao hospital. Nenhum outro membro da família foi diagnosticado com Covid-19.

ANÚNCIO