Coronavirus e a dengue no Brasil, preocupações reais ou não?

ANÚNCIO

Ninguém pode tossir ao seu lado que você já fica preocupado com o coronavírus? Ta pensando em usar máscaras e já anda com álcool em gel na bolsa? Desde o estouro do coronavírus na China e o momento em que a doença começou a espalhar pelo mundo, pouco a pouco vem se instalando uma preocupação que para alguns beira o pânico.

“Você tem muito mais chance de morrer de dengue no Brasil, hoje, do que de coronavírus” afirmou o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Parece exagerado já que mais de 2 mil pessoas pelo mundo já morreram por terem pegado coronavírus, mas não é. O Brasil vive uma epidemia de dengue que pode piorar no mês de abril.

ANÚNCIO

Todo mundo está voltado ao surto do coronavírus e por horas esquecemos da doença de verão que assola o país por um bom tempo. A dengue cresceu 72% no último ano e ainda assim, parece não gerar tanto alarde na população.

coronavírus
Fonte: (Reprodução/Internet)

Entenda que é possível manter-se alerta pelo coronavírus e ao mesmo tempo combater o mosquito da dengue.

O combate ao mosquito

Campanhas, propagandas, movimentações locais de pequenos grupos e também até conhecemos alguém que já pegou ou morreu por ter pegado dengue. Mas porque o combate ao mosquito das pernas listradas não é levado a sério?

ANÚNCIO

O ano de 2019 marcou o segundo maior número de casos de dengue no Brasil. Esse ano, o Ministério da Saúde notificou que foram quase 58 mil casos, o número é três vezes maior que o mesmo período do ano passado.

A dengue é uma doença que precisa de auxílio do governo unido a conscientização e apoio da população para redução dos focos. Quando pensamos em dengue logo pensamos em água parada, mas ainda assim o combate não tem sido o suficiente.

Desvio de atenção

Wilames Freire, presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), considera que a preocupação em relação ao coronavírus é um desvio de atenção em relação a dengue.

O questionamento considera que enfrenta-se uma crise de dengue, mas que não tem sido olhada com o mesmo empenho gerado ao redor do coronavírus. Existem 41 mortes em análise e 9 confirmadas no Brasil e a tendência é o aumento de casos considerando as chuvas.

O preocupante desse ano em relação a dengue é a circulação do vírus tipo 2, depois de 12 anos sem incidência no Brasil. A temporada de chuvas agrava o cenário e preocupa ainda mais. O importante é saber que as duas doenças necessitam de atenção e precisam de combate, mas compreendendo a proporção e ação de cada uma o país.

O coronavírus no Brasil

A doença que começou na China, hoje, já esta em mais de 100 países. O coronavírus, COVID 19, tem proporções mundiais, mas de casos muito específicos. No Brasil, são 25 casos confirmados. São atualmente, 663 sob suspeita e 632 casos já descartados.

Entres os suspeitos, o grupo de pessoas que estiveram em país contaminado e que apresentaram sintomas. No entanto, diante do desespero gerado pelo coronavírus é necessário que a população não reduza a atenção a dengue.

A preocupação do país em relação a doença deve considerar que o Brasil não hospeda o coronavírus até o momento, e que a taxa de letalidade da dengue é maior.

Conheça formas de prevenir e reduzir os focos do mosquito da dengue aqui.

ANÚNCIO