Demanda de aviões autônomos aumenta depois da pandemia

ANÚNCIO

Durante o isolamento social por conta do coronavírus, as relações de trabalho x humano ficaram mais escassas. Por exemplo, com a pandemia os pilotos seniores já não podem manter um contato direto com os aviões, aglomerações e superfícies contaminadas. 

Por isso, os mesmos acabam se afastando do trabalho. Para a solução do problema, desenvolvedores de TI utilizam a tecnologia da inteligência autônoma para a abertura de novos horizontes. 

ANÚNCIO

Com a tecnologia autônoma proliferando pelas áreas automobilísticas, os aviões não ficaram fora dessa. Uma empresa estadunidense já começou os testes em aviões modificados que funcionam sem nenhum piloto no comando. 

Demanda de aviões autônomos aumenta depois da pandemia
Fonte: (Reprodução/Internet)

Testes de aviões autônomos já foram feitos

A empresa que iniciou os testes é a Xwing, que encontra-se em São Francisco, que recebeu a aprovação da Administração Federal de Aviação (FAA) para a realização de voos autônomos. Mesmo que o intuito da empresa seja potencializar a inteligência autônoma, é obrigatório um piloto monitorar os testes. 

“Acreditamos que o caminho para a autonomia total começa com o mercado de carga aérea, e envolve operadores remotos supervisionando frotas de aeronaves não tripuladas. O futuro do transporte aéreo é autônomo”, afirmou Marc Piette, CEO e fundador da Xwing. 

ANÚNCIO

Mesmo que a Xwing só tenha revelado seus estudos recentemente, a empresa já realizou diversos voos autônomos em aviões Cessna 208 Caravan modificados. O avião é utilizado para transportar cargas regionais e missões humanitárias. Por possuir a certificação da FAA desde 1984, os testes foram facilitados. 

Xiaomi e a inteligência autônoma  

A inteligência autônoma já está presente em várias tecnologias, como carros e máquinas de fábricas. Recentemente, a Xiaomi fez alguns testes de inteligência autônoma em carros parceiros com seu novo aplicativo do smartphone Mi Ultra 10. 

A gigante da tecnologia promete que o Mi Ultra 10 conseguirá controlar um carro sem o auxílio de uma pessoa no comando. Em breve, a inteligência já estará disponível aos utilizadores do novo carro chefe da empresa, o Mi Ultra 10

ANÚNCIO