Dicas e exercícios para evitar a ansiedade

ANÚNCIO

O Brasil foi eleito pela Organização Mundial de Saúde (OMS) o país mais ansioso do mundo em 2019. Essa eleição não reflete nenhum orgulho, pois são mais de 18 milhões de brasileiros que sofrem com esse mal.

A ansiedade é um problema que acomete milhões de pessoas ao redor de todo o mundo. Só quem convive com a angústia e sente no corpo físico e no emocional, sabe os efeitos dela ao longo do dia a dia e da vida.

ANÚNCIO

Ter um grau de ansiedade é normal, pois a emoção é inerente à vida humana. Se torna um problema quando vira um transtorno de proporções e efeitos maiores. Saber lidar e evitar crises é a principal forma de melhorar a vida de quem possui ansiedade. O exercícios tem um papel fundamental nisso.

Dicas e exercícios para evitar a ansiedade
Fonte: reprodução/internet

Saiba como exercícios e técnicas podem aliviar os sintomas da ansiedade.

Como diferenciar a ansiedade normal do transtorno de ansiedade

Todo mundo se sente ansioso em algum momento da vida. Seja antes de uma entrevista de emprego, ou ao falar em público ou ao pedir alguém em namoro. A sensação de nervosismo é comum em situações assim, mas se torna uma doença quando muda para outro cenário.

ANÚNCIO

O transtorno é psicológico e diagnosticável por profissionais da psicologia. Para quem possui o transtorno de ansiedade, o nervosismo e angústia acompanham nos demais momentos do dia. Normalmente uma crise vem acompanhada de uma ameaça que pode ser real, ou apenas imaginada.

Ansiosos podem perder noites de sono se preocupando demasiadamente e de forma não saudável com o futuro. Nesses casos a mente trabalha em alta velocidade prevendo sempre o pior, o que faz com que se sintam em estado de alerta e perigo. Por isso, além do tratamento terapêutico feito por psicólogos cuidar do corpo é muito importante.

O corpo sente as emoções que a mente está produzindo

Ser uma pessoa ansiosa significa ter que constantemente lidar com uma angústia, preocupação extrema e outras emoções que atrapalham as atividades do dia. Saber compreender essa questão é romper cada vez mais com o tabu que envolve problemas psicológicos.

É preciso cuidar do corpo e da mente. Não há culpa da pessoa e é muito difícil controlar pensamentos ansiosos, mas não é impossível. Existe a importância desse autocontrole acompanhado por técnicas e tratamento profissional, é que a mente não sabe o que é real e o que não é.

Prever momentos catastróficos em pensamento atinge o corpo. Isso porque produz o hormônio responsável pela sensação de perigo, a adrenalina. Ele é processado pelo cérebro e afeta diretamente o corpo físico. O corpo e as mãos tremem, a boca fica seca, o coração acelera e dá tontura. Há casos em que se desenvolvem gastrite nervosa e até depressão.

Quando o nervosismo se torna um alerta e o que fazer

O principal ponto é quando o desenvolver das atividade normais do dia é prejudicado. A sensação toma conta do corpo e da mente e muitas vezes não é possível realizar outras coisas. Uma crise de ansiedade pode ser para uma pessoa um dos piores momentos da vida dela, pois está associada a um momento de tamanho estresse e angústia não vivido em outras situações.

Existem milhares de técnicas e algumas muito simples e eficazes para treinar diariamente. Uma delas é a da respiração. Expirar pela barriga contando até quatro, segurar sete segundos e soltar o ar pela boca em oito segundos. O exercício de respiração 4-7-8 relaxa o corpo e a mente que entende aos poucos que está tudo bem.

Para conseguir realizar a respiração é preciso treinar todos os dias para que no momento da crise você consiga fazer. Deve-se repetir o exercícios quantas vezes forem necessárias, para se acalmar. Outra dica é parar a produção de pensamentos notando as coisas ao seu redor. O que está na sua direita, esquerda, embaixo dos pés e em cima da cabeça. Objetos e cores.

Dicas e exercícios para evitar a ansiedade
Fonte: (Reprodução/Freepik)

Exercícios físicos e meditação no tratamento de ansiedade

As técnicas de respiração e notar as coisas ao redor enviam para o cérebro e para o corpo a sensação de controle, de calma e aos poucos o organismo entende que está tudo bem e pode relaxar. Fortalecer o corpo com exercícios físicos faz tão bem para mente como faz para o corpo.

Mexer o corpo dançando, malhando ou correndo libera hormônios do prazer responsáveis pelas sensações de alegria e de bem estar. Escolha o exercício que lhe parecer melhor e será visível se sentir bem o mais breve possível.

Para mente praticar a respiração já é uma forma de meditar, mas conhecer e aplicar outras técnicas de meditação guiada por exemplo, pode favorecer e muito na qualidade de vida de pessoas com ansiedade. É comprovado que a meditação reduz a ansiedade assim como o exercício físico.

Dicas e exercícios para evitar a ansiedade
Fonte: (Reprodução/Freepik)

Dica de aplicativo para meditar

O aplicativo  ‎Insight Timer disponível para iOS e Android é uma ótima pedida para começar a meditar. São meditações de todos os tipos, para iniciantes e principalmente para quem tem ansiedade. Existem áudios específicos para aliviar o momento de tensão e também Podcasts para compreender melhor esse estado.

ANÚNCIO