Eleições 2020: justificativa de voto poderá ser feita por aplicativo

ANÚNCIO

Em uma recente atualização do aplicativo e-Título, o Governo Federal implementou um novo recurso que permite os eleitores deste ano justificarem a ausência aos pleitos por meios eletrônicos.

A versão mais recente do app trouxe o recurso para os dois sistemas operacionais, iOS e Android, mas só será possível utilizá-lo no período de votações que será iniciado em novembro.

ANÚNCIO

Agora, o eleitor não precisará mais se deslocar a um cartório eleitoral, nem a outro posto de atendimento para realizar a justificativa. Vale ressaltar que a mesma é obrigatória para as pessoas não-votantes. 

Eleições 2020: justificativa de voto poderá ser feita por aplicativo
Fonte: (Reprodução/Internet)

e-Título dispões de mais recursos eleitorais

O Governo Federal também implementou, além da função de justificativa, outros recursos que visam a praticidade dos requerimentos dos cidadãos, como a emissão de certidões de quitação eleitoral (ou negativa de crimes eleitorais), e a autenticação de documentos da Justiça Eleitoral.

Vale ressaltar que a Justiça Eleitoral destaca a necessidade de procurar a aplicação nas lojas virtuais dos sistemas, ou acessar o hotsite do e-Título no veículo informativo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para ficar por dentro das principais novidades referentes ao sistema.

ANÚNCIO

Justificativa dos votos

Como dito, a funcionalidade via app será utilizada apenas no pleito que ocorrerá nos dias 15 (1º turno) e 29 (2º turno) de novembro de 2020. As eleições são referentes aos novos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. A justificativa deve ser realizada no dia, ou em até 60 dias após, de cada turno.

Números expressivos motivam criação da ferramenta

O desenvolvimento da ferramenta de justificativa pelo aplicativo ocorre após uma análise informar que, apenas em 2018, 29,9 milhões de eleitores justificaram o voto no primeiro turno, enquanto no segundo o número de pessoas que não compareceram aos pleitos subiu para 31,3 milhões.

Cabe destacar que a falta da justificativa dentro do prazo acarreta multas, que devem ser quitadas no site do TSE ou em tribunais eleitorais. Em casos de regularizações urgentes, é indicado que o eleitor procure sua zona eleitoral, onde será orientado sobre a baixa da multa no sistema.

Virtualização de recursos governamentais

Não é apenas a Justiça Eleitoral que está virtualizando os recursos oferecidos, mas sim o Governo Federal em sua totalidade, com outros documentos. Variando de acordo com o estado de residência dos brasileiros, RG, CNH, CPF, Carteira de Trabalho também possuem compatibilidade com a tecnologia.

ANÚNCIO