Elon Musk cai no ranking de homem mais rico do mundo

ANÚNCIO

Recentemente Elon Musk, dono da Tesla e CEO da SpaceX, foi nomeado como o homem mais rico do mundo. Antes, o título pertencia à Jeff Bezos, dono da Amazon, mas com o investimento nas ações da Tesla, Musk conseguiu subir no ranking. 

No entanto, uma semana após ultrapassar seu concorrente, Jeff Bezos, o dono da Tesla voltou a ser o segundo homem mais rico no ranking. Elon Musk deu espaço para que Jeff Bezos entrasse novamente em primeiro lugar. 

ANÚNCIO

Entretanto, ambos bilionários estão US$ 30 bilhões à frente do terceiro colocado no ranking, o magnata Bernard Arnault. O terceiro colocado do Top 3, é dono da Louis Vuitton SE que possui uma fortuna estimada em US$ 150,5 bilhões. 

Elon Musk cai no ranking de homem mais rico do mundo
Fonte: (Reprodução/Internet)

Jeff Bezos volta a ser o homem mais rico do mundo

O motivo da recolocação de Jeff Bezos foi uma alta de 1,5% nas ações da Amazon nesta quarta-feira (13). Com isso, a fortuna de Bezos cresceu 2,4 bilhões, chegando a US$ 184,9 bilhões, US$ 200 milhões a mais que Elon Musk. 

Elon Musk é o dono de 21% das ações da Tesla, e metade de seu patrimônio é ligado ao valor de mercado da montadora. Por isso, a posição de Musk no ranking dos homens mais ricos do mundo pode variar de acordo com a situação do mercado. 

ANÚNCIO

Recentemente, o valor de mercado da Tesla chegou a US$ 800 bilhões, mais que as 13 maiores montadoras do mundo juntas. Entre elas estão a Volkswagen, Audi, Bnetley, Lamborghini e Toyota.

Em resposta a um seguidor do Twitter, o bilionário Elon Musk disse que seu dinheiro não é voltado para recreação, ressaltando que não possui casas de praia, iates ou qualquer coisa do tipo. Musk também disse que metade da fortuna é para a construção de uma cidade autossuficiente em Marte. 

Colônia autossustentável de Elon Musk em Marte 

Já faz um tempo que Elon Musk está de olho no planeta vermelho. O bilionário já está trabalhando no desenvolvimento de foguetes que podem chegar até o planeta. No entanto, pousar em Marte não é suficiente para o CEO da SpaceX. 

Segundo ele, o mesmo está trabalhando para construir uma colônia autossustentável no planeta vermelho. Para ele, isso seria importante caso houvesse uma Terceira Guerra Mundial que pode destruir a população. 

Leia também: Elon Musk precisa de 1 milhão de pessoas para ir a Marte.

Isso foi descoberto nos termos de serviço da Starlink, estrutura da SpaceX que será utilizada para o desenvolvimento de uma rede de internet banda larga no espaço. Na nota, deu-se a entender que as leis da Terra não teriam validade em Marte.

“Consequentemente, as disputas serão resolvidas por meio de princípios autônomos, estabelecidos de boa-fé, no momento do acordo marciano”, disse a SpaceX em documento da Starlink. 

ANÚNCIO