Facebook, TSE e Whatsapp fazem parceria para combater fake news nas eleições 2020

ANÚNCIO

A fim de combater a desinformação durante o período de eleições em 2020, o Facebook e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) firmaram uma parceria anunciada nesta quarta-feira (30). Outro intuito do acordo é combater comportamentos coordenados não permitidos.

A parceria preventiva entre a dupla possui como objetivo eliminar a circulação de notícias falsas as chamadas fake news, sobre os candidatos ou projetos deste ano, nas redes sociais, que abrangem outros programas além do Facebook. 

ANÚNCIO

Com a adoção, o Whatsapp, um dos mais utilizados no Brasil, e o Instagram se tornarão mais atentos no que se refere à propagação destes dados. Atualmente, são os principais meios de comunicação que proporcionam a desinformação em massa.

Facebook, TSE e Whatsapp fazem parceria para combater fake news nas eleições 2020
Fonte: (Reprodução/Internet)

Adoção de medidas no Facebook e Instagram

No Facebook, um novo recurso batizado de “Megafone” será utilizado para divulgar mensagens, previamente às eleições, no ambiente de notícias do usuário. Esta ferramenta será explorada com o objetivo de detalhar a organização, bem como as medidas de segurança sanitária, durante as datas de votação.

Para o Instagram, será fornecida uma nova campanha sobre a presença de mais mulheres na política, que será apresentada já neste mês de outubro. Segundo Murillo Laranjeira, diretor de Políticas Públicas do Facebook Brasil, a cooperação com o TSE é fundamental para garantir a integridade das eleições nos apps.

ANÚNCIO

Combate via chatbot no Whatsapp 

Enquanto isso, no mensageiro Whatsapp será utilizado um chatbot que irá auxiliar o TSE a divulgar informações oficiais referentes aos processos eleitorais e votações presenciais. Vale ressaltar que o robô foi desenvolvido gratuitamente pela empresa Infobip e utiliza a API do WhatsApp Business.

Para acioná-lo, os cidadãos terão que contactar o número ‘+55 61 9637-1078’, ou por um link direto. Além de conter os dados mais relevantes, o TSE enviará constantemente mensagens sobre cuidados necessários a fim de evitar a propagação das fake news durante o período eleitoral.

Canal de denúncias também foi criado

Os usuários também terão à disposição um ambiente criado especialmente para denúncias de contas suspeitas de realizar a disseminação em massa, ação proibida pelo app e pela legislação eleitoral. Uma equipe irá apurar os relatos, que podem acabar por banir as contas acusadas. 

ANÚNCIO