Filme da Mulan é usado para espalhar vírus

ANÚNCIO

Recentemente foi descoberto um vírus que está sendo espalhado em torrents do novo lançamento da Disney, o filme Mulan. A informação foi da ESET, empresa brasileira que é especializada na detecção de ameaças digitais. 

O longa-metragem teve seu lançamento mundial nos cinemas adiado por conta da pandemia do novo coronavírus. Em uma decisão que gerou polêmica, a Disney decidiu transferir sua estreia para o streaming Disney+. 

ANÚNCIO

Desde então, o filme foi líder no mercado pirata na internet, de acordo com o site Torrent Freak. Vale ressaltar que o filme ainda não foi lançado no Brasil, pois o serviço streaming da Disney só será lançado em 17 de novembro. 

Filme da Mulan é usado para espalhar vírus
Fonte: (Reprodução/Internet)

Torrents infectados podem roubar informações 

Além de ser crime, o consumo de conteúdo pirateado é extremamente perigoso aos usuários. Muitas vezes, quando a vítima baixa um conteúdo pirateado, o mesmo vem com diversos vírus que podem ameaçar as informações pessoais que constam no computador. 

Diante disso, também ocorre uma grande desvantagem a equipe do filme. Quando um filme é vazado ou pirateado, as visualizações, ingressos e o dinheiro arrecadado não é direcionado à produtora, e sim aos pirateadores. No entanto, a produtora do filme acaba tendo um grande ‘buraco’ em seus investimentos. 

ANÚNCIO

Para Luís Lubeck, especialista em segurança da informação da ESET, é importante que o consumidor de conteúdo preste atenção ao baixar um torrent e se possível não utilize esses meios. 

Usuários maliciosos no torrent  

O torrent utiliza um sistema chamado peer to peer (P2P), que funciona como transferências de arquivos entre usuários. Com o passar do tempo, o serviço tomou popularidade na internet por conta de compartilhamento de conteúdos exclusivos, como jogos, filmes e séries. 

Devido essa grande utilização, principalmente em conteúdos muito procurados, como o filme da Disney, Mulan, usuários mal-intencionados se aproveitam do formato para inserir vírus e códigos maliciosos.

 “Em apenas 4 dias desde o lançamento oficial, foram detectados vários exemplos de código malicioso que tentam capturar o interesse de suas vítimas usando o nome de um filme tão esperado, e é aqui que o usuário deve se concentrar e se conscientizar dos riscos aos quais está exposto durante o download de filmes ou outro conteúdo por meio de torrents”, explicou Lubeck. 

ANÚNCIO