Gato é o primeiro animal diagnosticado com Covid-19 no Brasil

ANÚNCIO

Nesta segunda-feira (19), a capital do Mato Grosso, Cuiabá, realizou o registro do primeiro animal a ser diagnosticado com Covid-19. Uma gata, com menos de um ano de idade, contraiu o vírus durante uma reunião familiar em que uma pessoa contaminada compareceu.

O diagnóstico inédito da gata foi comprovado após a realização de um teste PCR, feito pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), que deu positivo. Apesar de relatos internacionais afirmarem que animais podem contrair o novo vírus, apenas agora ocorreu no Brasil.

ANÚNCIO

Apesar do teste feito pela UFMT ter dado positivo e a Secretaria de Saúde da capital do Mato Grosso confirmar o caso, a situação ainda está sendo tratada como investigação, uma vez que outros animais da família, outro gato e um cachorro, estão sendo estudados pelos pesquisadores.

Gato é o primeiro animal diagnosticado com Covid-19 no Brasil
Fonte: (Reprodução/Internet)

Pessoas com altas cargas virais podem transmitir mais Covid

De acordo com o jornal O Globo, a descoberta partiu da iniciativa de Valéria Dutra, professora da Faculdade de Medicina Veterinária da UFMT. Dutra explicou que pessoas portadoras de alta carga viral no organismo possuem maior risco de transmissão do coronavírus, como ocorreu com a família da gata.

A professora foi convocada para ajudar na testagem de pessoas devido à sua experiência com exames do tipo PCR. Com isso, a mesma aproveitava para questionar se seus pacientes, confirmados com o vírus, tinham animais e se eles aceitariam que o teste também fosse realizado neles.

ANÚNCIO

Transmissão para animais é rara, porém existente

Com base em conhecimentos adquiridos até então, a transmissão do vírus para os animais é muito rara, porém é possível de acontecer. Até julho, 10 casos de animais diagnosticados com Covid-19 foram confirmados, sendo todos assintomáticos ou apenas com leves sintomas.

Por segurança local, especialistas aconselham os donos de pets a não deixarem os mesmos saírem de casa, pois assim evita que o animal traga o vírus para a residência, ou o leve para outros ambientes, aumentando assim os registros de contaminação por Covid-19.

ANÚNCIO