Influencer PC Siqueira é vítima de fake news sobre pedofilia

ANÚNCIO

O influencer PC Siqueira teve divulgado em redes sociais com o seu perfil  supostas conversas de conteúdo sexual com uma pessoa não identificada. O vazamento aconteceu nesta quarta-feira (dia 10/06). O fato foi negado pelo acusado que diz ser “vítima de uma rede criminosa”.

PC Siqueira como ficou conhecido no mundo virtual é um dos primeiros vloggers do Youtube, possui mais de 2 milhões de escritos em seu canal. Seus vídeos na plataforma são voltadas para diversos temas (política, religião etc), onde ele tece críticas e opiniões. Seu sucesso se expandiu para a televisão, chegando a fazer participações na MTV Brasil e outros canais.

ANÚNCIO

As acusações de pedofilia foram negadas por PC Siqueira, e se encaixam na possível categoria de notícias falsas (fake news) que muito circulam na internet atualmente. A polícia do estado de São Paulo está encarregada das investigações.

Influencer PC Siqueira é vítima de fake news sobre pedofilia
Fonte: Reprodução/Internet

Confira abaixo mais informações sobre o caso envolvendo o Youtuber.

A acusação

A divulgação ocorreu pelo Twitter pela conta “Exposed Emo 1”, onde o vídeo compartilhado mostra detalhes de uma conversa de PC Siqueira com uma pessoa anônima em que o mesmo diz ter recebido fotos nuas de uma criança de seis anos. Rapidamente o vlogger passou a ser acusado por pedofilia.

ANÚNCIO

O conteúdo da conversa é o suposto envio de fotos que uma mãe teria feito de sua filha em trajes íntimos, inclusive PC Siqueira foi incentivado a apagar a foto pelo anônimo, mas a foto teria sido publicada.  PC Siqueira ainda revela já ter acontecido tal fato outras vezes.

Em nota oficial divulgada a denúncia está sendo tratado por autoridades do estado de São Paulo (4ª Delegacia de Proteção à Pessoa, do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa).

A repercussão do caso

Por ser muito conhecido no mundo da web, o caso rapidamente ganhou repercussão, primeiro dentro da Twitter. O seu nome se tornou um dos mais comentados no dia em que foi divulgado o vídeo. O caso também foi alvo da atenção de vários outros influencers, artistas e páginas da rede social.

Felipe Neto foi um dos youturbes que se manifestou na internet, disse que iria esperar a veracidade da conversa para falar abertamente sobre o fato, mas descreveu-se “espantado”, caso se confirme disse “ser tratado como um crime e o merecimento de prisão a todos os envolvidos”.

Ademais, foi anunciado o fim do Canal “Ilha de Barbados”, com quem PC Siqueira fazia parceria com Cauê Moura e Rafinha Bastos.

O pronunciamento do acusado

PC Siqueira fez seu posicionamento em relação ao vazamento no dia 11/06 pela sua conta do Instagram. Por lá fez negações em relação à acusação de pedofilia e diz ser vítima de Fake News de uma espécie de “articulação criminosa”. Expõe ainda fatos que podem comprovar o fato do vídeo ser falso.

“Se formos prestar atenção nesse vídeo asqueroso, ele leva 1 minuto e 31 segundos para o relógio do celular mudar! Nem esse cuidado os falsificadores tiveram” Diz o influencer.

Ele se pronunciou ainda dizendo que nunca pensou ver seu nome associado a um crime abominável como a pedofilia e alertou para que as pessoas fiquem mais atentas as informações que são divulgadas na Internet e que objetivam destruir vidas.

ANÚNCIO