Mapa mostra a Terra há 750 milhões de anos atrás – Veja como era sua cidade

ANÚNCIO

Recentemente, foi descoberto pelos usuários do Twitter uma ferramenta que permite ver como era a Terra há até 750 milhões de anos atrás. A plataforma permite que o usuário pesquise por sua cidade e veja como era o terreno milhões de anos atrás. 

O criador da plataforma se chama Ian Webster, paleontólogo da Califórnia, e seu foco principal era criar um mapa interativo público que permitisse conhecer a história da Terra e de onde surgiu as primeiras formas de vida. 

ANÚNCIO

A criação do paleontólogo usa como base um mapa do geólogo Christopher Scotese que mostra modelos geológicos da Terra. O modelo original deste mapa descreve os movimentos das placas tectônicas nos últimos 750 milhões de anos. 

Mapa mostra a Terra há 750 milhões de anos atrás - Veja como era sua cidade
Fonte: (Reprodução/Internet)

Plataforma permite encontrar a própria localização 

Com base nos estudos do mapa criado por Christopher Scotese, Ian Webster seguiu com a criação da plataforma online Ancient Earth Globe. O site permite que o usuários coloquem suas devidas localizações e encontrem esses locais como eram antes. 

Por exemplo, se um usuário vive em Nova York, a plataforma permite a visualização da localidade há 700 milhões de anos atrás. Além disso, por meio de uma lista que se encontra no canto superior direito, o usuário pode localizar onde nasceram os primeiros vestígios de vida no Planeta Terra. 

ANÚNCIO

“Meu software ‘geocodifica’ a localização do usuário e usa modelos (de Scotese) para executar sua localidade retroativamente no tempo. Eu mesmo construí a visualização do globo interativo e a integração entre as plataformas para que pessoas possam encontrar suas localizações”, explica webster. 

Como utilizar o Ancient Earth Globe 

De início, o site apresentará o globo da Terra na era da pangeia, mas é possível transitar entre os anos no menu na parte superior da plataforma. Além da possibilidade da navegação das eras da terra, o site também informa quais eram as espécies de dinossauros presente na localidade inserida. 

“O objetivo é despertar o fascínio e, com sorte, o respeito por cientistas que trabalham todos os dias para entender melhor nosso mundo e seu passado. Ele também contém surpresas divertidas, por exemplo, como os Estados Unidos costumavam ser divididos por um mar raso”, finaliza Webster. 

A plataforma traz dados completos e reais, e pode ser utilizados por professores que estão iniciando os estudos na área de geologia com sus alunos.

ANÚNCIO