Ministério da Saúde confirma primeiro caso de reinfecção por Covid-19 no Brasil

ANÚNCIO

Nesta quarta-feira (09), o Ministério da Saúde registrou o primeiro caso de reinfecção por Covid-19 no Brasil. Uma médica de 37 anos com residência em Natal foi contaminada duas vezes pelo novo vírus.

O caso da profissional de saúde foi apurado pelos governos do Rio Grande do Norte e da Paraíba, onde a mulher também atua no tratamento de pacientes. Para confirmação foi utilizado o método de sequenciamento genético.

ANÚNCIO

A partir desse modelo de estudo foi possível constatar que a médica foi infectada por duas linhagens do novo coronavírus. A investigação do caso suspeito foi iniciada no dia 23 de outubro.

Ministério da Saúde confirma primeiro caso de reinfecção por Covid-19 no Brasil
Fonte: (Reprodução/Internet)

Médica testou positivo em junho e em outubro

No dia 23 de outubro, o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde do Rio Grande do Norte (CIEVS-RN) recebeu a primeira indicação de um possível caso de reinfecção pela doença no estado. 

Em junho, a mulher havia testado positivo para Covid-19, sendo esta a primeira infecção. Na ocasião, a profissional apresentou sintomas comuns da gripe, como cefaleia, coriza e dor abdominal. No dia 23 de junho, ela realizou o exame tipo RT-PCR, que apontou a contaminação.

ANÚNCIO

Após o período de isolamento, a paciente se recuperou. Contudo, no dia 11 de outubro a mulher apresentou outros sintomas gripais, como a astenia, conhecida como sensação de fraqueza, dor de cabeça, dor muscular e a perda de olfato e paladar. Dia 13 de outubro, a médica fez um teste PT-PCR e foi diagnosticada com a doença novamente.

Friocruz confirmou o primeiro caso oficial do Brasil

Com a suspeita de reinfecção, o governo do Rio Grande do Norte com o da Paraíba coletou amostras da paciente e as enviou para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro. Lá a fundação analisou os dejetos da mulher e constatou tratar-se de dois tipos diferentes de coronavírus, assim confirmando a reinfecção.

Segundo a Sesap, existem mais outros cinco casos em investigação no Rio Grande do Norte, isto é, mais outras três suspeitas figuravam o número total, mas foram descartadas por não haver possibilidade de análise.

Sesap afirma que linhagens diferentes de coronavírus circulam no Brasil

A Sesap apurou que linhagens diferentes do vírus SARS-Cov2 estão circulando no Brasil. A confirmação tem como referência outros estudos nacionais. A pasta acredita que a identificação dos distintos tipos deve ajudar na criação de medidas de vigilância mais eficazes.

Desse modo, a secretaria ressalta ser necessário manter as práticas de prevenção contra a Covid-19, inclusive daqueles que já foram infectados pelo vírus.

ANÚNCIO