Nova campanha pretende alertar população sobre proteção de dados pessoais

ANÚNCIO

Nesta semana, os setores de telecomunicações, internet, finanças, comércio e varejo do Brasil lançaram o #FiqueEsperto, campanha que visa conscientização sobre o risco de roubo em ataques virtuais.

A iniciativa possui como objetivo alertar a população a população sobre a importância de adotar medidas e cuidados que protejam seus dados pessoais, visto que os índices de ataques cibernéticos vêm aumentando.

ANÚNCIO

A Conexis Brasil, entidade que simboliza o setor de telecomunicações, foi quem lançou o projeto, mas que por sua vez foi desenvolvido contando com a parceria de outras 10 associações brasileiras.

Nova campanha pretende alertar população sobre proteção de dados pessoais
Fonte: (Reprodução/Internet)

Campanha pretende diminuir números de golpes virtuais

A intenção da campanha, segundo seus idealizadores, é alertar os usuários da internet que utilizam serviços digitais. Atualmente, ameaças e possíveis tentativas de fraudes se encontram em crescimento no ambiente digital, uma vez que muitas pessoas não possuem conhecimento suficiente sobre os riscos que correm.

Além disso, a iniciativa também pretende informar a população sobre quais são os cuidados necessários para evitar este tipo de golpe, com explicações exclusivas e didáticas para que cada vez mais pessoas sejam atingidas com essas informações de prevenção, podendo assim repassá-las para terceiros.

ANÚNCIO

Toda a campanha já pode ser acessada

Após uma reunião virtual com todos os representantes das entidades apoiadoras, a fim de realizar o lançamento da campanha, bem como de seu hotsite, ela foi disponibilizada ao público geral. Por meio da plataforma do novo projeto, todos os dados sobre o tema já podem ser acessados.

Práticas de fraudes foram abordadas na iniciativa

Tendo em vista que boa parte dos crimes virtuais são realizados por meio de aplicativos sociais, como o mensageiro WhatsApp, um dos mais utilizados no Brasil, a campanha também engloba as práticas de fraudes mais comuns feitas via mensagens, e como evitá-las para não se tornar uma vítima.

O que concerne esta etapa da iniciativa, que irá se estender pelos próximos quatro meses, irá ser promovida por meio das operadoras de telefonia móvel, além das demais entidades apoiadoras que serão responsáveis por encaminhar as mensagens por e-mail para os usuários dos segmentos relativos.

ANÚNCIO