Chips da Qualcomm ajudarão pessoas com perda auditiva

ANÚNCIO

Nesta quinta-feira (22), a Qualcomm anunciou que firmou uma parceria com a Jacoti, companhia especializada em tecnologia de áudio, para focar em atender pessoas com necessidades auditivas.

O software de aprimoramento da empresa em questão será usado com chips referentes à série QCC5100, disponibilizados para fones de ouvido TWS (True Wireless), bem como para headsets Bluetooth.

ANÚNCIO

Tal criação da Jacoti será capaz de realizar um teste auditivo avançado, que utiliza diversos tons de frequência, a fim de estabelecer o volume ideal de acordo com a audição da pessoa que está utilizando.

Chips da Qualcomm ajudarão pessoas com perda auditiva
Fonte: (Reprodução/Internet)

Mecanismo duplo irá filtrar frequências danosas

Com as especificações técnicas ditas acima, será possível desenvolver dois audiogramas, sendo um destinado para cada lado do ouvido. Ambos serão capazes de personalizar de modo único os canais de áudio conforme os dois níveis de audição, para então regular o volume das frequências.

O software projetado ainda poderá interceptar o som de entrada do ambiente, antes que ele alcance o ouvido da pessoa. Assim, ele irá alterar as frequências que podem compensar as deficiências auditivas. Ele também vai filtrar certas emissões que podem causar mais danos à audição.

ANÚNCIO

Segundo executivos, parceria aumenta acessibilidade

Através de um comunicado, James Chapman, vice-presidente de voz, dispositivos versáteis e música da Qualcomm, informou que tecnologias como esta que foi desenvolvida podem diferenciar e enriquecer as experiências dos usuários que sofrem, ou não, com problemas auditivos.

O CEO e fundador da Jacoti, Jacques Kinsbergen, reafirmou a declaração de James ao dizer que a combinação das tecnologias favorece todas as pessoas. O mesmo ainda acrescentou que isso também pode agradar o mercado com soluções acessíveis e econômicas para usuários ao redor do globo.

“Acreditamos que a perda auditiva é uma condição médica e um desafio para o consumidor e, portanto, precisa de uma solução voltada para o consumidor e orientada para o consumidor”, informou Kinsbergen. 

Tecnologia se encontra em fase de testes

Atualmente, a criação dos chips está sendo testada por fabricantes parceiros de ambas as empresas e, segundo a Qualcomm, a expectativa é de que os primeiros aparelhos que serão compatíveis com a tecnologia sejam lançados já no ano que vem.

No relatório State of Play 2020, da Qualcomm, 40% dos consumidores pesquisados ​​disseram que estão interessados ​​em fones de ouvido que possam fornecer ajuda auditiva automática.

ANÚNCIO