Consulte seu saldo Bolsa Família de um Jeito fácil

ANÚNCIO

Infelizmente, o Brasil é um dos países que apresenta mais desigualdade social no mundo. Isso acaba fazendo com que boa parte da população vivendo em situação miserável, de extrema pobreza, tendo que se virar no dia a dia para poder se alimentar.

Ao notar a situação, o governo decidiu criar alguns programas de amparo social. Dessa maneira foi criado o Bolsa Família, programa que visa dar auxílio financeiros às famílias mais necessitadas do país.

ANÚNCIO

Porém, muito gente ainda não sabe como se inscrever e nem como consultar o saldo do programa. No seguinte artigo, você vai descobrir a maneira mais fácil de se fazer ambas as coisas.

Consulte seu saldo Bolsa Família de um Jeito fácil
Fonte: (reprodução/internet)

Quer aprender a conferir seu saldo Bolsa Família? Fique aqui e confira a maneira mais simples de conseguir isso.

Quem pode receber

Infelizmente não são todas as famílias que vivem em situação financeira insegura que podem usufruir do benefício. É necessário se encaixar na faixa de renda que o governo exige para começar a te pagar o benefício.

ANÚNCIO

Apenas as famílias consideradas pobres e extremamente pobres podem contar com o Bolsa Família. Os beneficiários na faixa da extrema pobreza são os que as família recebem até R$89 por pessoa, mensalmente.

Para os que recebem entre R$89,01 e R$178 por pessoa, essa família só terá direito se contar com um adolescente, uma criança ou uma gestante no corpo familiar. Do contrário, apenas as de extrema pobreza terão acesso ao benefício.

Como se cadastrar

Após checar se a sua família se encaixa nos critérios acima, é necessário fazer alguns processos para se inscrever e começar a receber o benefício. Primeiramente será preciso ser cadastrado no CadÚnico para isso. Aprenda, abaixo, a como receber o Bolsa Família:

  • Vá até o CRAS mais próximo de sua residência e solicite a inscrição no programa. Apenas uma pessoa da família é necessária, e ela tem que ter, no mínimo, 16 anos de idade e apresentar documento identificatório;
  • Para que o cadastro da sua família seja realizado com sucesso, será necessário levar ao menos um documento de cada membro;
  • Após isso, basta esperar que a seleção seja realizada para checar se sua família foi contemplada. Esse processo é realizado mensalmente;
  • Caso o cadastro seja aprovado, sua família começará a receber o benefício através do seu cartão e deve-se utilizar o número do NIS para realizar os saques.

Documentos aceitos

Como dito anteriormente, é necessário que você apresente documento seu e da sua família no ato do cadastro. É importante apresentar de todos, para evitar problemas e que seu corpo familiar não perca o benefício. Confira a lista dos documentos aceitos para realizar o cadastro:

  • Certidão de casamento;
  • Certidão de nascimento;
  • CTPS;
  • CPF;
  • RG;
  • Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (no caso das famílias indígenas);
  • Comprovante de residência (não é necessária a apresentação desse documento, porém, ajuda no momento do cadastro);
  • Título de Eleitor.

Como consultar o saldo

Para consultar o saldo do seu benefício é muito fácil. Basta seguir o passo a passo abaixo para ficar ciente de quanto você tem direito. Além disso, é recomendável o acesso através do Internet Explorer, o Google Chrome geralmente não funciona nesse processo.

Confira agora a como consultar o saldo do Bolsa Família:

  • Primeiramente, entre neste link para acessar o portal de benefícios da Caixa e vá em “Consulta Benefícios por família”;
  • Preencha o formulário com os dados pessoais do responsável pela família. Lembrando, que também é aceito o número do NIS nessa parte do processo;
  • Em seguida, o nome do responsável irá aparecer. Basta clicar em cima para conferir os valores das parcelas, além de também conferir quais já foram sacadas.

Após seguir todos os passos você já conseguirá ter acesso ao seu saldo no Bolsa Família. Percebe-se que essa pode ser uma maneira bem simples de saber sobre os valores sem precisar sair de casa. Caso o beneficiário não tenha acesso a internet ele poderá se encaminhar a uma agência da Caixa para pedir informações.

ANÚNCIO